Você está aqui: Pagina PrincipalArtigosMinhas Memórias Literárias

Minhas Memórias Literárias

  Pensar em minhas memórias literárias me faz relembrar meu querido papai Moacyr Pinheiro de Araujo (In Memoriam), junto a minha guerreira e querida mãe Dircéa Francisca Rosa de Araujo. Ele não terminou o agora Ensino Médio e ela o Ensino Fundamental, porém a herança mais preciosa para eles era o estudo, a dignidade aliados a honestidade de seus oito filhos, sendo o último filho do coração! 

            Lembro-me da mesa no quintal com os cadernos, livros, onde ele fazia a sabatina, tabuada com diversas outras perguntas sobre história, geografia…, olhando os cadernos, encapando, nos dizendo sempre do tesouro que era a oportunidade de estudar, da luta de mamãe arrumando todos para escola, do zelo de encontrar uma instituição de boa reputação e instrução. Apesar de morarmos na Baixada Fluminense, eu sendo a primogênita, só estudei na antiga Guanabara, porque os colégios eram bem avaliados. Das noites que parávamos para ouvir as histórias em disco, da Chapeuzinho Vermelho, Os Pirlipatinhas, Branca De Neve, Gata Burralheira entre outras.

            Para o sustento de todos na Escola, Moacyr necessitou de mais um emprego, pois era preciso deixar todos os dias uma certa quantia para passagem de todos os filhos, trazia também semanalmente frutas, queijo e geleia para a merenda da turma.

            Recordo-me da coleção comprada por ele das Edições de Ouro, de sua autorização para a minha associação ao Círculo do Livro, todos os meses do ano adquiria um livro, enquanto papai era assinante da revista Seleções, que eu lia e me divertia também com as piadas e curiosidades, da compra “caríssima” da Enciclopédia Delta Larrousse, que tanto nos ajudou nos trabalhos escolares.

            Fez parte da minha adolescência os seguintes títulos: Tronco do Ipê, Iaiá Garcia, Dom Casmurro, Meu pé de Laranja Lima, Éramos Seis, e muitos outros, assim tive contato com diversos autores, José de Alencar, Machado de Assis, José Lins do Rego. Estudei no Colégio Estadual Marechal João Batista de Mattos, que bom recordar!

            Mamãe sempre incentivou-nos irmos para o curso Normal, somos cinco meninas, isto para que tivéssemos retorno de trabalho imediato, contudo, só duas a atenderam. Meu Ensino Médio foi na época do Centro Interescolar, formação geral e profissional, estudei no Colégio Estadual Visconde de Mauá e Estadual José Accioli, entretanto terminei em Letras, e na UFRJ, que orgulho para papai! Passei para Português-Latim, sem cursinho pré-vestibular, estudei sozinha!

 O meu propósito era trocar o curso para Português-Literatura, porém gostei das letras vernáculas, concluí o curso. Minha maior lembrança literária neste curso foram as aulas com o Professor Eduardo Coutinho, lendo com a turma “Grande Sertão Veredas”, apaixonei-me pela história, pela escrita, pelos sabores e cores do nordeste, como também, com a linda história de amor de Diadorim.

Hoje tenho certeza que Moacyr, meu saudoso pai, oriundo de uma família humilde, era letrado e que o seu legado foi transmitido para nós, pois todos estamos formados, leitores, não só de bons livros, mais também da vida. Tenho um irmão com livro publicado! Sobrinhos e sobrinhas estudando e alguns já formados.            

 

Então, só agradeço muito a Deus por minha linda e amada família, com certeza, meu alicerce para todas estas memórias!

 

Professora: Mariza Rosa de Araujo – Professor Pl – Português -  Matrícula: 280.343-5

 

Escola Municipal 06.25.028 Deputado Hilton Gama.

 

Go to top