Você está aqui: Pagina PrincipalArtigosOrdens do DiaOrdem do dia do CAO

Ordem do dia do CAO

ENCERRAMENTO DO CAO - ORDEM DO DIA
Senhoras e senhores bom dia,
Chega ao término o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais 2010 que teve 69 alunos matriculados, com a valiosa presença de Oficiais do Rio de Janeiro, Tocantins e Amazonas,  o que proporcionou  a troca de experiências e possibilidade de integração com Polícias de realidades geosociopolíticas muito diferentes.
Poucas são as instituições que oportunizam ferramentas ao seu corpo gerencial possibilitando crescimento pessoal, profissional, técnico e financeiro, como faz a PMDF.
Desde 12 de Fevereiro os Capitães foram afastados de suas tarefas rotineiras em suas unidades para se dedicarem integralmente ao mister de aprender e se aperfeiçoar. A instituição contratou professores com saberes reconhecidos no cenário educacional do Distrito Federal, além de convidar profissionais de vários órgãos e da própria corporação, altamente vocacionados,  sempre no intuito de oferecer o melhor no ensino da segurança pública. Disponibilizou ambiente agradável. Salas de aulas refrigeradas, limpas e em condições propícias para o ensino. Estruturou uma coordenação de curso sob a chefia de um Oficial superior “ful time” para cuidar dos interesses do curso.
Programou situações reais, onde o aluno passou a ser sujeito de sua própria formação, assumindo sua responsabilidade como participante de uma Instituição de Segurança Pública, consciente de seu papel na sociedade. Dessa forma, os Capitães foram empregados nos diversos eventos levados a efeito na APMB; apenas para ficar em um cito o “Arraiá da Acadimia”.  Festa realizada pela APMB que reuniu em dois dias mais de 20 mil pessoas em suas dependências. Nela os Capitães  desenvolveram  capacidades gerais e competências específicas, buscando equilibrio entre a prática e a teoria aprendida em sala de aula. Nesta tradicional festa aplicaram de forma transversal técnicas de gerenciamento de crises, princípios de polícia comunitária, planejamentos estratégicos, gestão de pessoas, técnicas policiais, ética, cidadania, direitos humanos, economia, dentre outras.
Para encerrar o curso, a Polícia Militar do Distrito Federal pagou, aos seus capitães-alunos, viagem de estudos para Fortaleza, Salvador, Recife e Natal com intuito de colherem experiências e compartilhar os programas bem sucedidos de nossa instituição com as Polícias visitadas.
Organizou as bancas para exame das monografias envolvendo mais de 180 oficiais superiores da corporação, afora professores civis. Para que tudo isso acontecesse, muitos profissionais se dedicaram trabalhando em dois, e às vezes em três expedientes. Nesta hercúlea busca, sem dúvida cometemos falhas, sabemos. Mas isso não apaga, nem pode diminuir a grandiosidade com que a Corporação tratou todos vocês.
Destaco isso, porque sei que as críticas existem, elas são inevitáveis. Mas enquanto alguns olham para o que não foi feito, prefiro olhar para as realizações. Enquanto uns apontam falhas. Prefiro olhar para vocês e enxergar profissionais mais bem preparados, diferentes de quando aqui chegaram. Em condições de prestarem melhores serviços à comunidade, nosso cliente final.
Talvez alguém possa dizer que em uma ordem do dia de uma formatura deva-se falar somente dos formandos. Não me olvidei disso, sei que vocês se esforçaram e muitos procuraram dar o seu melhor. Mas preferi enaltecer aquela que invariavelmente é esquecida nas festas. Assim como Jesus o é, para alguns, no Natal. Mário Quintana tem um verso propício para ocasiões que tais disse o poeta: “Todos estes que aí estão Atravancando o meu caminho, Eles passarão… Eu passarinho!”
Parabenizo a todos os formandos por pertencerem a uma Instituição tão valiosa e que possibilita tanto crescimento aos seus integrantes. Parabenizo aos Capitães do RJ, TO e AM, por terem podido estudar e conhecer mais de perto essa grande instituição chamada PMDF. Sei que reconhecendo nossa Bicentenária Instituição estou reconhecendo a cada um dos familiares e amigos de vocês presentes. Sei também que estarei reconhecendo às Senhoras e senhores formandos.
Agradeço sempre à Deus, de quem sou e sirvo por pertencer à esta nobre Instituição.
Muito obrigado e sejam felizes.
Bsb, DF, 20 de agosto de 2010
MARCOS DE ARAÚJO – TC QOPM
Comandante da APMB
Go to top