Você está aqui: Pagina PrincipalInspiraçãoO Sol e o cacho de uvas

O Sol e o cacho de uvas

“O sol, com todos aqueles planetas que giram à sua volta e dele dependem,
ainda pode amadurecer um cacho de uvas
como se nada mais existisse a fazer no Universo.”
(Galileo Galilei)
Se Deus existe, será que Ele se importa comigo? Milhares de pessoas em todo o mundo fazem essa pergunta diariamente. Você já deve ter ouvido também frases do tipo: “Deus tem coisas mais importantes a fazer do que se preocupar com esse problema que tenho” ou “meu problema é tão grande e acho que nem Deus resolve”.
O Sol é uma pequena criação de Deus num Universo que ultrapassa nossa capacidade de entendê-lo. Ele é um astro maravilhoso e gigantesco. É o centro de nosso sistema solar e todos os planetas giram em torno dele. Mesmo assim, pode amadurecer um cacho de uvas como se não tivesse nenhuma outra ocupação mais séria. Ele poderia não querer abandonar suas atribuições como o “Centro do Sistema Solar”, para amadurecer um simples cacho de uvas. Uvas essas que serão comidas por homens que só se lembram que o Sol existe nos meses de praia. Quando o indagassem, ele poderia responder que estava ocupado fazendo trabalhos mais importantes e ninguém o recriminaria. O Sol poderia afirmar que já fez muito pelo Sistema Solar e que se os planetas existem, é por sua causa. Só que o mais interessante é que apesar de sua grandiosidade, ele influencia diretamente aquele simples cacho de uvas.
A importância que Deus dá a sua vida é semelhante. Ele pode interagir diretamente com você, desde que você queira, como se ele não tivesse mais nada a fazer no Universo. Ele, como o Deus criador de tudo, poderia afirmar que não tem tempo para o homem. Mas apesar de ser tão grande e tão poderoso, está sempre pronto a ouvir e ajudar você, mesmo sendo você tão pequeno perto dele. Ele se importa com você pessoalmente, apesar de existirem tantas pessoas com tantos problemas.
Por isso, quando você se sentir tentado a dizer que “Deus tem coisas mais importantes a fazer do que se preocupar com esse problema que tenho”, lembre-se do cacho de uvas…
Um pequeno abraço,

Jason Figueira

Go to top