Você está aqui: Pagina PrincipalUtilidade Pública

Manual para 2012

 
Saúde:
1.  Beba muita água
2.  Coma ao café da manhã como um rei, ao almoço como um príncipe e ao jantar como um pedinte;
3.  Coma o que nasce em árvores e plantas, e menos comida produzida em fábricas;
4.  Viva com os 3 E's: Energia, Entusiasmo e Empatia;
5.  Arranje tempo para orar;
6.  Jogue mais jogos;
7.  Leia mais livros do que leu em 2011;
8.  Sente-se em silêncio pelo menos 10 minutos por dia;
9.  Durma 8 horas por dia;
10. Faça caminhadas de 20-60 minutos por dia, e enquanto caminha sorria.
Personalidade:
11.  Não compare a sua vida a dos outros. Ninguém faz idéia de como é a caminhada dos outros;
12.  Não tenha pensamentos negativos ou coisas de que não tenha controle;
13.  Não se exceda. Mantenha-se nos seus limites;
14.  Não se torne demasiadamente sério;
15.  Não desperdice a sua energia preciosa em fofocas;
16.  Sonhe mais;
17.  Inveja é uma perda de tempo. Tem tudo que necessita....
18.  Esqueça questões do passado. Não lembre seu parceiro dos seus erros do passado. Isso destruirá a sua felicidade presente;
19.  A vida é curta demais para odiar alguém. Não odeie.
20.  Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;
21.  Ninguém comanda a sua felicidade a não ser você;
22.  Tenha consciência que a vida é uma escola e que está nela para aprender. Problemas são apenas parte do curriculum, que aparecem e se         desvanecem como uma aula de álgebra, mas as lições que aprende, perduram uma vida inteira;
23.  Sorria e gargalhe mais;
24.  Não necessite ganhar todas as discussões. Aceite também a discordância;
Sociedade:
25.  Entre mais em contato com sua família;
26.  Dê algo de bom aos outros diariamente;
27.  Perdoe a todos por tudo;
28.  Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;
29.  Tente fazer sorrir pelo menos três pessoas por dia;
30.  Não te diz respeito o que os outros pensam de você;
31. O seu trabalho não tomará conta de você quando estiver doente. Os seus amigos o farão. Mantém contato com eles.
A Vida:
32.  Faça o que é correto;
33.  Desfaça-se do que não é útil, bonito ou alegre;
34.  DEUS cura tudo;
35.  Por muito boa ou má que a situação seja.... Ela mudará...
36.  Não interessa como se sente, levanta, se arruma e aparece;
37.  O melhor ainda está para vir;
38.  Quando acordar vivo de manhã, agradeça a DEUS pela graça.
39.  Mantenha seu coração sempre feliz.
Por último:
40.   Envia para aqueles que você ama e que deseja um 2012 maravilhoso!!!

Registro de Carros Roubados

Funciona mesmo. Testei e o site está disponível. 
 
Utilidade Pública: 
 
ATENÇÃO!!!  
 
A Polícia Rodoviária Federal criou um serviço chamado ALERTA  (em seu site), para registro de carros roubados/furtados.
 
 
Se seu veículo foi roubado e você fizer o cadastro do mesmo no site,será enviado um e-mail para mais de 400 locais de blitz da Polícia Rodoviária Federal, além de 480 viaturas que possuem comunicação via satélite. 
 
Repasse para o maior número possível de pessoas, pois pode ser útil para alguém que venha a ter o seu carro roubado.
 
Site da Polícia Rodoviária Federal: www.dprf.gov.br 
 
Divulguem o Máximo Que Puderem!!!

Reconhecimento de diplomas do exterior pode ficar mais simples

Os diplomas concedidos a estudantes brasileiros por instituições estrangeiras de educação superior de reconhecida excelência acadêmica poderão ter revalidação automática no Brasil. A medida consta do Projeto de Lei do Senado (PLS) 399/11, do senador Roberto Requião (PMDB-PR), que está tramitando na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE). A matéria ainda será analisada, em decisão terminativa, pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).
 
O projeto inclui os diplomas de graduação, mestrado e doutorado entre os que podem vir a ter revalidação ou reconhecimento automático. E estabelece que o Poder Público divulgue periodicamente a lista de cursos e instituições que poderão vir a ser beneficiados pela medida. A proposta está sendo analisada pelo relator, senador Cristovam Buarque (PDT-DF).
 
Ao justificar sua proposta, o autor recorda que um número cada vez maior de brasileiros tem procurado universidades estrangeiras, para fazer cursos de graduação e de pós-graduação. Essa tendência, como observou, tende a crescer com o prometido envio de 75 mil estudantes ao exterior, dentro do programa do governo federal de estímulo à formação de novos profissionais em ciências e engenharias.
 
Quando retornam ao Brasil, prossegue o senador, muitas vezes os estudantes precisam enfrentar longos e caros processos de revalidação dos diplomas que obtiveram no exterior. São frequentes, como recordou, relatos de procedimentos excessivamente caros, pouco transparentes, demorados e arbitrários. Ele apresentou seu projeto como forma de ajudar a agilizar e desburocratizar esse processo.
 
- Propomos que seja dado tratamento diferenciado aos diplomas de graduação, mestrado ou doutorado oriundos de cursos de instituições de ensino superior estrangeiras de indiscutível excelência acadêmica. Os graduados desses cursos, identificados e periodicamente divulgados pelo Ministério da Educação segundo critérios estabelecidos em regulamento, poderiam beneficiar-se do reconhecimento ou revalidação automática - afirma Requião.
 
Marcos Magalhães / Agência Senado
 

Site ajuda a encontrar atendimento médico e remédios gratuitos

Saútil é um portal de internet que facilita o acesso aos recursos de saúde gratuitos disponíveis para a população brasileira. O nome do site surgiu a partir desse conceito, Saútil = saúde + útil.
De maneira simples, o site disponibiliza informações sobre os recursos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), Santas Casas, dentre outros e também alguns recursos de baixo custo existente no mercado privado.
O usuário encontra consultas, exames, atendimento de urgência e emergência, vacinas, qual o procedimento para retirar medicamentos (de baixo e alto custo), além de informações sobre o Programa Dose Certa, Farmácia Popular, Saúde Bucal e notícias sobre saúde atualizadas diariamente.
O principal público beneficiário é a população das classes C, D e E que, em sua grande maioria, não possui planos de saúde.
O conteúdo do site é destinado a orientar o usuário em questões relacionadas à utilização dos recursos da rede pública de saúde, informando sobre a localização das unidades de saúde além de consolidar e fornecer informações dos procedimentos para sua utilização. O usuário ainda conta com dicas de qualidade de vida, bem estar e as melhores e mais atualizadas notícias de saúde.
A iniciativa não tem ligação com nenhuma esfera governamental, é encabeçada por quatro profissionais de diferentes áreas de atuação que uniram sua expertise para realizar um trabalho que pudesse ajudar a população. São eles: Fernando Fernandes (médico cirurgião geral), Edgard Morato (designer), Gustavo Greggio (designer digital) e Tatiana Magalhães (jornalista e especialista em marketing de saúde).
 

 

Queixas e Críticas – Onde está a diferença?

Numa relação conjugal ou no relacionamento pais e filhos, vários fatores podem minar a estrutura do casamento e da comunicação na família. Estudos apontam que os fatores que contribuem para desgaste de um relacionamento no contexto do casamento e da família são as palavras ditas impensadamente, atitudes ou gestos inadequados do dia-a-dia. Geralmente, uma grande crise é construída paulatinamente por estas pequenas coisas.
 
Sem dúvida, a crítica está enquadrada nessas pequenas coisas que prejudicam uma relação familiar. Essas criticas, vêm embaladas com frases do tipo “você nunca” ou “você sempre”. Por exemplo: “Você nunca me leva para jantar fora” ou “Você sempre chega tarde em casa“. Isto não quer dizer que devemos deixar de expressar os nossos sentimentos. O que está sendo discutido é a maneira de verbalizá-los. Podemos nos queixar de uma determinada atitude do cônjuge ou dos filhos, mas criticá-los se torna perigoso e tremendamente prejudicial para a harmonia familiar.
 
A linha divisória entre a crítica e a queixa é muito tênue. Certa vez, um marido reclamou da maneira com que a esposa se expressava em relação ao seu modo de vestir-se. “Você está ridículo com esta roupa!“, ela sempre dizia quando ele colocava uma camisa quadriculada com uma calça listrada. Ao dizer dessa maneira, a esposa, sem perceber, estava atingindo a pessoa do esposo. Havia em suas palavras uma crítica e não uma queixa. Ela poderia dizer: “Não gosto desta camisa sendo usada com esta calça”. Neste caso, ela estaria expressando o seu sentimento, sem atingir a pessoa do esposo. O mesmo acontece quando chamamos a atenção dos filhos. “Fico muito triste quando vejo este quarto bagunçado desta maneira”. Esta forma de dizer é muito melhor do que: “Você não tem jeito mesmo. É um bagunceiro. Veja como está este quarto!”.
 
Na primeira frase, nos queixamos. Mas, na segunda, há uma crítica que atinge a pessoa. Enquanto a queixa é a expressão de um sentimento de angústia, raiva, descontentamento, a crítica sempre contém uma acusação. Podemos, como cônjuges e pais, expressar nossos sentimentos, sem fazer acusações à pessoa.
 
Portanto, estejamos atentos em nossas verbalizações quando nos sentimos descontentes e angustiados com o cônjuge ou com os filhos. Podemos expressar nosso sentimento com uma queixa sincera, sem partir para a crítica.
 
Para concluir, lembre-se do que diz a Bíblia:
“Uma língua suave é árvore de vida”.
 Livro de Provérbios, capítulo 15 verso 4
 

Pagina 10 de 22

Go to top